quinta-feira, 31 de maio de 2007

Resenha do XXXI STEEL FESTIVAL

Resenha do XXXI STEEL FESTIVAL

Quase 23:00 da noite de sábado e começa o XXXI Steel Festival, a banda Battalion (ITAJAÍ/SC) sobe ao palco, e com seu Heavy Metal Tradicional alá Grave Digger, Running Wild e cia. faz todos os bangers presentes banguearem e cantarem junto com suas músicas, como "Battalion Of Metal" e com os covers "Heavy Metal Breakdown" do Grave Digger e "Under Jolly Roger" do Running Wild. Pouco tempo depois sobe ao palco a banda The Face (ITAPEMA/SC), que executa um Thrash/Speed Metal muito bom, com músicas como "Scream For Death" a The Face faz todos os presentes rodarem a cabeça com suas músicas não muito comuns pelo seu som mais "Old". Destaque para o baterista Valdo que toca e ainda por cima canta, hehehe, apesar do pouco tempo de apresentação, menos de 40 minutos, foi um grande show. Quase 40 minutos depois, é a vez da Warmagedoom (CRICIÚMA/SC) tocar seu Death Metal Old School, poucas pessoas ainda estão presentes mas a banda toca como se o Balada Bar estivesse lotado, mesmo sem o guitarrista Orgasmaniac (que não pôde comparecer por problemas). As músicas próprias da banda lembram muito o Unleashed e para mostrar essa grande influência a banda faz um cover da música "The Immortals", a banda toca um Death Metal não muito comum, com um som mais cadenciado, mas nunca deixando o peso de lado, músicas como "Massive Attack" e "Vengeance Hordes" demonstram isso, a banda ainda executa um cover da banda Massacre "Dawn Of Eternity", destaque para a música que leva o nome da banda, "Warmagedoom", que foi quando a pancadaria foi ao seu auge. Após o show da Warmagedoom muita gente esperava a banda Arsenal, mas essa não compareceu para tocar no evento, por motivos não esclarecidos, mas quando muitos estavam indo embora uma surpresa, a banda Night Wolf (CRICIÚMA/SC) sobe ao palco, todos os músicos moram nas redondezas e vão as pressas buscar seus intrumentos, isso que é vontade de tocar, rsrs. Com seu som Heavy/Thrash a banda mostra do que é capaz, a banda executa 3 côvers, "Cowboys From Hell" do Pantera, "South Of Heaven" do Slayer e "Violent Revolution" da banda Kreator, poucas pessoas ainda estão presentes, mas os que estavam ali, presenciaram uma grande apresentação, o público presente cantou junto todas as músicas próprias da banda, como "I Cannot See" e "Crossfire". Foi um grande festival, mesmo sem a banda Arsenal, uma pena, pois muitos dos que estavam presentes queriam ver a banda, mas mesmo assim, foi um grande festival para começar o ano com o pé direito na cidade de Criciúma, e para mostrar o poder da cidade e do festival no cenário metálico do sul do Brasil.

Resenha por Henrique Hoffmann Maurilio

Nenhum comentário: